Postagens

Península de Maraú

Imagem
Com cerca de 820km² e mais de 40 quilômetros de praias, a Península de Maraú pertence à APA (Área de Proteção Ambiental) de Maraú. Maraú significa algo próximo de "Rio do Homem Branco".
Salpicada de lagoas, cortada por rios, com fauna e flora abundantes, a Península enche os olhos e desperta os sentidos.

 Ainda há muito a ser explorado em Maraú, o que esperamos não aconteça. Com vegetação típica costeira e de manguezais, há muita área nativa. Apesar de alguns milionários já terem descoberto o lugar - inclusive uma grande empresa que tem planos para um resort e para o pequeno aeroporto do lugar - a dificuldade de acesso ainda mantém longe os oportunistas e turistas de Instagram. Mas por toda a parte é possível ver a sombra da especulação, com placas de loteamento, de condomínios e a proliferação de lojas de materiais de construção. Segundo um morador e empresário, Arraial d´Ajuda é um exemplo de que na Bahia, se se der abertura, a coisa sai do controle e eles não querem isso…

Bahia 2019: a ida

Imagem
A decisão de voltar à Bahia aconteceu de maneira meio torta: tínhamos decidido planejar uma viagem à Colômbia, com ênfase em Bogotá e Medellín. Adiamos tanto que acabamos por concordar que não era o momento para essa viagem. Mas nós já sentíamos um certo cansaço e aquela vontade de uma porrada de dias sem fazer coisa alguma. Foi Bia quem soltou a ideia de fazermos uma viagem de carro. Pensamos, inicialmente, em ir lá para cima e ir descendo. Só que para uma viagem como essa ser minimamente prazerosa, precisaríamos de uns trinta dias de férias. Só tínhamos quinze. Então, vamos diminuir. Escolhemos uns 4 ou 5 pontos e nosso roteiro ligaria esses pontos, guardando uns cinco dias para ida e volta. Hmm...não vai sobrar muito, uns três dias em cada lugar. Decidimos que o destino seria o litoral da Bahia, depois de descartar começar a viagem mais para cima em Sergipe ou na Paraíba. Depois de considerar um pouco mais e eliminar algumas paradas por razões logísticas, decidimos por duas regiõe…

Cris Evans sobre Kanye West. Ou Grande Saco de Merda?

Imagem
Cris Evans, também conhecido como Capitão América, recentemente respondeu a um tweet do imbecilóide pro-Trump Kanye West - aquele que diz que escravidão era uma opção - no qual dizia, entre outras estapafurdices, que deveria abolir a 13ª Emenda à Constituição norte-americana, que basicamente tornou a escravidão ilegal. Em seu tweet, Evans disse:

"Não tem nada mais enlouquecedor do que debater com gente que não conhece história, não lê livros e vende sua miopia como se fosse virtude. O nível de conjectura sem remorso que tenho encontrado recentemente não é somente frustrante, é retrógrado, sem precedentes e totalmente aterrador."

O que mais me chamou a atenção em seu tweet, na verdade, foi como ele se aplica à horda de, segundo o IBOPE, 43 milhões de almas que pretendem votar naquele que não se nomeia. É igualzinho. Um bando de gente que não lê, parece desconhecer a história (ou, pelo menos, prefere ignorá-la, o que é ainda mais aterrador) e acha lindo gritar isso aos quatro…

Isso e aquilo

Ontem entrou nova atualização no IOS. Great, Apple. Mudou coisas de lugar que não tinha porque mudar. O sistema fica pedindo confirmação da Apple ID. Aparentemente eu tenho 3 delas. Como, Apple? E que mania besta é essa de ficar enfiando aplicativos que não temos como deletar? Bolsa? Sério? Bolsa?

-- xx --

Somos espetaculares. Depois de sobreviver a décadas de ditadura militar (sim, DITADURA, que veio depois de um GOLPE) e a duras penas construir uma democracia, vamos recolocar militares no poder. Democraticamente, não é louco isso? Precisamos realmente ser estudados. E pior: um capitão demitido por seu comportamento e que vai mandar em um general, seu vice. General esse que é louco de atirar pedra. A merda nisso é que impeachment não é uma opção. Nesse ponto, acho que o Grande Saco de Merda foi esperto.

-- xx --

Por falar no Grande Saco de Merda, o que dizer de seus eleitores? Dizem que o cara vai trazer segurança. Uau, que beleza, como diria Milton Leite. Segurança igual à que ele …
Tem que desenhar: ser anti-aquele-que-não-se-nomeia não é ser petista. Anota pra não esquecer.

-- xx --

Aqui no DF tem candidato que promete desfazer coisas boas pra ganhar meia dúzia de votos, olha só: tem candidato prometendo aumentos de salário e por antecipação já fodendo com a responsabilidade fiscal conquistada a duras penas; tem candidato prometendo reverter a desocupação da orla do Lago Paranoá porque "as obras não foram concluídas e o mato e os malandros tomaram conta" (não seria melhor prometer terminar as obras do que reverter algo que é bom e além do mais corrigiu uma ilegalidade?); tem candidato prometendo reconstruir casas que a agência de fiscalização demoliu por estarem em condições ilegais, desautorizando a própria agência que só fez seu trabalho, cumprindo a lei; tem candidato prometendo a construção de mais estádios (sim o futebol do DF é um colosso de renda, público e número de times). E a rejeição do cara que fez tudo isso e mais um pouco (exceto a cons…

Resort é uma boa?

Imagem
Qualé a dos resorts? São tantos por aí que devem ser uma boa ideia, não?
Tem de todo tipo e tamanho. Tem os quase hotéis, tem os "all-inclusive", tem os pequenos, os enormes.
Os preços desses estabelecimentos sempre me pareceram exagerados. Tudo bem, "tá tudo incluído", mas quem é que consegue ficar o dia todo comendo e bebendo? As acomodações sozinhas justificariam o preço? E os serviços? O atendimento? As facilidades?
Bem, resolvemos, eu e minha adorada alma-gêmea, ver com nossos próprios olhos. Escolhemos um de uma rede conhecida, o Grand Palladium, em Imbassaí, distrito de Mata de São João, Bahia. Resorts all-inclusive ficam em locais mais afastados, tanto pelas dimensões que devem apresentar, quanto para, digamos, impedir que você se sinta impelido a visitar outros locais. Tudo de que precisa para suas férias está ali, à mão. Algo não vai funcionar direito, certo? Essa é a dúvida que fica ali, coçando: o que será que vai dar errado?
Se você é como eu, vai che…
Imagem
Saí do Facebook.
Dei um "foda-se essa merda" bem grande, com volume no 11 tocando "Mob Rules" do Black Sabbath (isso aconteceu, na verdade, numa noite cheia de margaritas e causou um despertar assustado em minha esposa).
Ainda não fechei em definitivo a droga da conta, estou em estágio de desintoxicação. O fêice, como qualquer rede social, pode ser uma baita ferramenta. Infelizmente, qualquer imbecil oligofrênico (com perdão do pleonasmo) pode ter uma conta e sair falando merda, espalhando ódio e ignorância. Sim, eis o real motivo. Não sou um ser apolítico, mas evito me meter em discussões que sei que levarão a pouco mais que hipossulfeto de pó de merda.
O que levou a essa drástica decisão? Sim, o conturbado momento político e as opções que a nossa combalida e maltratada democracia nos apresentou. "Contra tudo isso que está aí" virou uma frase de efeito usada por tudo quanto é babaca, político ou não. E aponta para escolhas duvidosíssimas, baseadas em pé…